Buscar

Barreiro: Quatro Exposições Gratuitas a Não Perder

Sempre me perguntei o que pensará a Alice quando vê exposições. Será que guarda as imagens na memória? Será que se diverte ou reflecte sobre coisas que ela não conhece? Ou limita-se a fazer a vontade aos pais, apontando e dizendo, muitas vezes “olha, que bonito”! Parece-me que ver uma exposição pode ser um win-win para pais e miúdos, mas há apenas uma condição: serem simples. Na forma e no conteúdo. E simplicidade nunca foi antónimo de qualidade. Pelo menos, aqui.

© Edna Ladeira

 

EM TRÂNSITO


Não sou fã de pintura. Mas quando estou à frente de uma exposição do género lá vou eu ver “se é desta que me surpreendem”! Em Trânsito, de Penélope Clarinha, apanhou-me! Tenho de admitir que fiquei rendida à criatividade da artista. Senti-me provocada, como se os quadros me obrigassem a pensar mais, a brincar mais com o meu próprio cérebro, a desafiar a inteligência. No caso da Alice, apenas teve oportunidade de achar graça à própria pintura, mas o adulto diverte-se quando lê as legendas de cada quadro, cada um melhor e mais divertido que o outro. Visto de longe ninguém diria, nada de abstracto, linhas rígidas, figuras comuns. Chegue-se mais perto e desengane-se. Procure o trocadilho entre o nome do quadro e a pintura e irá divertir-se do inicio ao fim. Até a Alice parece ter percebido, quando a meio da exposição me diz “francamente”.

-“Francamente? O que é isso, filha?”.

- “Sim. Francamente quer dizer Oh, meu Deus”!

Oh, meu Deus, digo eu! O meu coração assim não aguenta!

© Edna Ladeira


Onde: AMAC (Auditório Municipal Augusto Cabrita)

Quando: Até 31 de Julho

Horário: Terça a Domingo, 14h-20h

Telefone: 212 068 232

 

BIG BANG BOOM!: DA CRIAÇÃO DO UNIVERSO À ORIGEM DA VIDA


- “Mãe, onde é que eu estava antes de nascer?”

- “Estavas na minha barriga”.

- “E antes da barriga?”

- “Estavas em todo o lado”.


A partir da experiência das oficinas de desenho BIG BANG BOOM! a autora e ilustradora Margarida Botelho adiciona a sua interpretação à expressão espontânea das imagens criadas pelos bebés e suas famílias. Constrói uma narrativa visual baseada em paradigmas científicos, mas nem um pouco entediantes. Numa mescla e explosões de cores vibrantes mostra o movimento do universo e do milagre da vida, utilizando, muitas vezes, composições que nos enredam numa história que conhecemos tão mal, mas que é a nossa casa. Perante isto, há um pensamento que consegui partilhar com a Alice e foi logo quando chegámos. “WooooooW”, exclamámos! E entrámos no espaço infinito...

© Edna Ladeira


Onde: AMAC

Quando: Até 31 de Julho

Horário: Terça a Domingo, 14h-20h

Telefone: 212 068 232

 

LUGARES EFÉMEROS, MEMÓRIAS ETERNAS


Esta é, talvez, a minha exposição preferida (ainda não perguntei à Alice qual foi a dela). Simples: fotografia de paisagem. E quem não gosta de fotografia de paisagem? Se não gosta, é porque ainda não viu as perspectivas de João Ramos, fotógrafo de paisagem natural de Beja, que conta com um percurso reconhecido a nível nacional e internacional. Sim, foi aqui que a Alice disse “tão bonito”, por entre imagens de auroras boreais, florestas, pores-do-sol, campos de flores, fiordes, todas em países distintos e que deixaram memórias eternas ao artista. O meu coração palpita e aquece-me, quando me permito viajar contemplando fotografias como estas. E, de mim para mim, digo “um dia, iremos com a Alice a lugares tão belos como estes”.

© Edna Ladeira


Onde: Parque da Cidade (Av. Escola dos Fuzileiros Navais)

Quando: Até 30 de Julho

Horário: Todo o dia

 

OUTROS MUNDOS: PERSPECTIVAS DO NOSSO SISTEMA SOLAR


Do fotógrafo Michael Benson, esta exposição de rua organizada pela Fundação La Caixa e o Banco BPI conta com 40 fotografias do nosso sistema solar, captadas pelas sondas da NASA e da ESA e selecionadas pelo fotógrafo. São imagens lindíssimas que, à noite, ganham outra dimensão, já que todos os painéis têm iluminação. Para a Alice, foi uma verdadeira surpresa, algo completamente novo. “O sol está com fogo, olha, mãe!(...)A Terra tem tanto gelo!...”. Depois de reacções como esta, só posso ter uma certeza: sim, as exposições podem ser um win para toda a família!

© Edna Ladeira


Onde: Avenida Bento Gonçalves (Avenida da Praia), junto à Piscina Municipal

Quando: Até 22 de Julho

Horário: Todo o dia

Visitas Guiadas: Sábado, 11h | Domingo, 18h (sem necessidade de marcação prévia)



Divirtam-se!

26 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo